14 de novembro de 2009

A Religião da Não Religião

Hey presta atenção!!! Eu odeio a religião, ela destrói qualquer possibilidade de um encontro real com Cristo, se propaga com um espírito de engano da santidade fingida e quero mais é distância desse lixo que a humanidade criou e não tem nada a ver com Deus.

Mas eu não posso priorizar a minha energia como Cristão para ir de encontro a esse mal. O que eu quero dizer é que uma postura xiita contra a religião pode te levar a outra, a religião da “não religião”. Meio confuso não é? Mas dá pra entender…

Jesus Cristo é o foco das nossas vidas ministeriais! É por isso que somos Cristãos, não porque o temos como ídolo, mas porque o temos como exemplo de vida e de como proceder no ministério. E Jesus foi de encontro ao sistema religioso que imperava naquela época, ele foi sim um revolucionário. Mas como? De que jeito?

Lembro-me, por exemplo, quando Ele questionou aos caras sobre a licitude em curar no sábado:

Lucas 14: 1 Aconteceu num sábado que, entrando ele em casa de um dos principais dos fariseus para comer pão, eles o estavam observando. 2 E eis que estava ali diante dele um certo homem hidrópico. 3 E Jesus, tomando a palavra, falou aos doutores da lei, e aos fariseus, dizendo: É lícito curar no sábado? 4 Eles, porém, calaram-se. E, tomando-o, o curou e despediu. 5 E disse-lhes: Qual será de vós o que, caindo-lhe num poço, em dia de sábado, o jumento ou o boi, o não tire logo? 6 E nada lhe podiam replicar sobre isto.

Pombas! É isso que eu to falando!!! Queremos ir de encontro a religião? Então temos que ter obras para mostrar. Aí… deixa eu pegar o texto “E nada lhe podiam replicar sobre isto”. Para calar a boca da Religião não adianta gritar, esbravejar e mostrar toda a sua revolta contra o “sistema”, é preciso manifestar simplesmente as obras de Cristo. Esse é o desafio!

E ainda tem gente insistindo em se declarar, católico, espirita, cristão, ou outra coisa, trabalhando pela separação daquilo que deve ser um só, o corpo de Cristo, assim não dá.

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...