27 de maio de 2011

Carta Aberta aos Cristãos e Religiosos num Geral

[O Autor da carta é anônimo, mas o dono do site Sete Antigos Heptá adicionou algumas passagens]

-“Eles devem achar difícil... Aqueles que tomaram a autoridade como verdade, ao invés da verdade como autoridade”. (Gerald Massey, Egiptólogo)

Carta:

É hora de acordarmos!...


Graças à internet finalmente temos acesso às informações e às evidências que nos foram escondidas por séculos. Estude, informe-se e tire suas próprias conclusões!


Jesus Salvador?(Falsa imagem de Jesus)


Sobre Religiões:

O nosso conceito de religião pode não passar de uma série de mentiras...

A Igreja manipulou nossa fé desde a sua criação, misturando a nossa crença em Cristo com uma infinidade de rituais de exaltação de outras crenças (Clique Aqui!) com o único intuito de conquistar o maior número de adeptos possível, e na tentativa desesperada de unificar e fortalecer o decadente Império Romano da época.

Jesus foi um joguete usado pelo Imperador Constantino I para ganhar prestígio político junto ao seu povo, mas ao contrário do que ele disse na época, ele não teve nenhuma visão de Cristo e nem se converteu, apenas usou desses argumentos para ganhar a confiança dos cristãos da época, para então unificar o império Romano que se encontrava dividido em quatro regiões independentes.


Imperador Constantino I, para ter vantagem sob seus adversários, resolveu não perseguir mais os cristãos, tendo esses como seus aliados... religião? Não, ele não se importava com isso.

Já que os outros três imperadores perseguiam os cristãos, era interessante mudar a política para atrair esses perseguidos para o lado dele (Constantino), e então engrossar as fileiras de soldados.

Uma estratégia repugnante para um romano, que considerava os cristãos como meros animais estúpidos, mas que se mostrou brilhante!

Graças a isso todo o movimento cristão da época passou sistematicamente a apoiar Constantino, com a promessa que seriam deixados em paz.

Cristãos dos outros três impérios agiram como espiões, agentes infiltrados e conspiracionistas a favor de Constantino.

Assim foi relativamente fácil a ele derrotar os outros três Reis e se declarar como um dos últimos imperadores totalitários do Império Romano Clássico.



Mesmo depois da queda de Roma, o Império Bizantino continuou com suas tradições Cristãs/Pagãs por mais mil anos, tudo se baseando na política estratégica de Constantino.

Herdamos então suas mentiras como verdades, perpetuamos seus dogmas, e até hoje ainda sofremos as influências de mitos criados pela Igreja Católica em seus vários Concílios desde o de Nicéia.


Constantino, e o Concílio de Nicéia.

O cristianismo que conhecemos hoje não é nem de longe o que existia no princípio, e infelizmente tem sido usado como instrumento eficaz de manipulação para defender os interesses de inúmeros governos desde aquela época... além é caro de alienar o povo, e fazê-los como verdadeiros “cordeiros”, animais irracionais estes que aceitam serem sacrificados no altar do “deus furioso e sanguinário” sem resistência, sem lutar, apenas esperando que após a morte alcançarão a salvação (Risos).

Traduções e interpretações bíblicas são extremamente duvidosas.

A Bíblia, que deveria ser um guia para a fé dos cristãos, acaba por confundir ao invés de informar.


Seus dados são distorcidos ao “deus dará”, os pastores e padres usam e abusam das interpretações pessoais e das licenças “poéticas”.


A sociedade que existia há milênios atrás não é a mesma que é passada nos livros, descaracterizada de sua real forma histórica, assim nossa linguagem e percepção de mundo foi mudado profundamente, tendo como base a mentira.

Por esses e outros motivos, as interpretações não podem ser confundidas com certezas, e os dogmas só nos fazem estacionar no tempo, e nos impedir de avançar nosso raciocínio.

Não é errado ter uma crença, mas é errado submeter toda a nossa racionalidade a ela.

Nossa fé também pode avançar junto conosco. Pesquisando e estudando a História podemos melhorar nossa compreensão sobre o que queriam dizer aqueles povos antigos, e tentar seguir adiante no caminho que eles só começaram, mas foram tragicamente sabotados.




Não estamos prontos! E se Deus nos deu nossa consciência foi para que nos sofisticarmos através dela, ainda é tempo de retomar o caminho que a humanidade parou de seguir há milênios atrás.


"A fé - um sexto sentido - transcende o intelecto sem contradizê-lo" – [Gandhi]


FÉ COM RACIONALIDADE!

- "Não creiais em coisa alguma pelo fato de vos mostrarem o testemunho escrito de algum sábio antigo. Não creiais em coisa alguma com base na autoridade de mestres e sacerdotes. Aquilo, porém, que se enquadrar na vossa razão e, depois de minucioso estudo, for confirmado pela vossa experiência, conduzindo ao vosso próprio bem e ao de todas as outras coisas vivas : A isso aceitai como Verdade. Por isso, pautai a vossa conduta" ( Sidarta Gautama, dito em 500 A.C!)



- Nunca defenderei religiões que fazem apologia a assassinatos...

- Nunca serei a favor de sistemas que preguem a escravidão...

- Meu Deus é o Deus do amor, da misericórdia e do perdão, para todos os seres do universo... (
ou seja, permite a nossa reencarnação, e não apenas nos impõe um inferno ou céu eternos).


- Meu Deus não precisa de rituais, sacrifícios e adoração.

- Meu Deus não precisa de simbologias, segredos ou livros "sagrados" para ser conhecido.


- Meu Deus não precisar se impor através do medo e de chantagens.


- Meu Deus não precisa se fortalecer, porque já é forte por si mesmo, em todos que sabem amar.


- Meu Deus não tem povo escolhido, não favorece a uma minoria, não seleciona. Ele está sempre disposto a acolher a todos que reconhecem o Bem, a qualquer momento...


- Meu Deus não precisa de igrejas, templos, altares ou cultos.


- Meu Deus não é antropomórfico, não possui caprichos e defeitos humanos, como muitas religiões ainda insistem em acreditar.


- Meu Deus não precisa de dinheiro, porque dinheiro é uma criação do homem, para aparentar que uns são mais poderosos que outros, porém apenas dentro da realidade que eles mesmos criaram.


- O dinheiro escraviza, Deus liberta.


- O dinheiro nos deixa cegos, Deus nos faz enxergar a verdade.


- Meu Deus é o Deus que está sempre acessível, independente da sua classe social, cultura, ou raça...


- Meu Deus é a consciência suprema, a verdade absoluta e a paz eterna.


- Não preciso de religiões para ter fé.


- Não preciso de fanatismo para viver.


“Não sei qual o caminho certo, mas isso não me impede de poder identificar os caminhos errados...” [a pensadora...]


Fortuna indescritível do Vaticano, ao centro um Obelisco Egípcio

Por: Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...