6 de novembro de 2011

Guerra a vista! Irã diz que está preparado para eventual ataque de Israel

Irã diz que está preparado para eventual ataque de Israel, 
Nos últimos dias, a imprensa israelense assegurou que o governo do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, tem um plano de atacar instalações nucleares iranianas.
W1TV 10 MINUTES
http://www.w1tv.com.br





Ataque ao Irã é mais provável que diplomacia, diz presidente de Israel

Agência da ONU deve soltar relatório sobre programa nuclear iraniano.
Teor influenciaria decisão de Israel sobre possível ação, diz imprensa.



O presidente de Israel, Shimon Peres, advertiu neste domingo (6) que a possibilidade de um ataque militar contra o Irã é maior que a de uma ação diplomática, dias antes da publicação de um informe da Agência Internacional de Energia Atômica sobre o programa nuclear de Teerã.
"A possibilidade de um ataque militar contra o Irã parece mais próxima que a opção diplomática", afirmou o presidente em declarações ao jornal Israel "Hayom".
"Não acredito que já tenha sido tomada uma decisão a respeito, mas dá a impressão de que os iranianos vão se aproximando da bomba atômica", acrescentou. "Não temos que revelar nossas intenções ao inimigo", explicou.
Peres fez estas declarações antes da divulgação, na próxima terça-feira, do informe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre o programa nuclear iraniano, que os especialistas israelenses consideram "alarmante".
 Soldado israelense lança gás contra palestinos durante confrontos em Nabi Saleh, na Cisjordânia, na sexta-feira (4) (Foto: AFP)Soldado israelense lança gás contra palestinos durante confrontos em Nabi Saleh, na Cisjordânia, na sexta-feira (4) (Foto: AFP)
Segundo o jornal israelense "Haaretz", o informe da AIEA terá uma "influência decisiva" no governo.
Irã rejeitou de antemão as supostas acusações do informe da AIEA sobre a dimensão militar de seu programa nuclear, disse o chanceler iraninao Ali Akbar Salehi, citado pela imprensa neste domingo.
A AIEA entregará aos seus membros na terça ou quarta-feira um informe que apresenta novos indícios sobre supostos esforços do Irã para desenvolver bombas nucleares e mísseis para transportá-las, segundo diplomatas.
"A propaganda (ocidental) começa a dizer que o próximo informe da AIEA apresentará documentos sobre uma atividade do Irã na questão de mísseis, mas a agência já havia dito antes ao apresentar os documentos e nós já contestamos", disse Salehi, segundo a agência Isna.
"Consideramos que estes documentos são falsos e repetimos que não têm fundamento", acrescentou o ministro.
Teerã sempre desmentiu que esteja buscando construir uma bomba nuclear.
Já o chanceler francês, Alain Juppé, defendeu neste domingo o endurecimento das sanções internacionais aplicadas ao Irã e considerou, no entanto, que um ataque israelense contra o país "poderia criar uma situação totalmente desestabilizadora para a região".
A hipótese de um ataque de Israel contra as instalações nucleares do Irã ganhou força nos últimos dias no país, alimentada por informações da imprensa sobre um debate que estaria dividindo o governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.
O ministro da Defesa, Ehud Barak, desmentiu na segunda-feira informações de que teria decidido com Netanyahu atacar o Irã. Mas logo em seguida acrescentou que "podem ser criadas situações no Oriente Médio nas quais Israel deverá defender seus interesses vitais de maneira independente, sem ter que se apoiar em outras forças regionais ou de outros lugares".
Segundo o jornal "Haaretz", a maioria dos 15 membros do gabinete israelense de segurança se opõe por enquanto a um ataque contra o Irã e é a única instância que pode tomar uma decisão desta gravidade.
Muitas autoridades israelenses destacam que Israel não pode lançar uma operação como esta sem coordená-la previamente com os Estados Unidos e sem a aprovação deste país.
Israel é considerado uma potência nuclear regional, mas nunca confirmou nem desmentiu dispor de armamento atômico. Segundo fontes estrangeiras, teria um arsenal de 200 ogivas nucleares e de vetores adequados para fazer uso delas.

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...