16 de maio de 2012

Enquanto os ventos sopram...


Recebi esse texto hoje de manhã do amigo Sávio Martins Santos. Ele veio na hora em que precisava de um argumento para que as pessoas entendessem sobre... ESTAR PREPARADO.

"Um fazendeiro possuía terras ao longo do litoral do Atlântico. Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados.

A maioria das pessoas estava pouco disposta a trabalhar em fazendas ao longo do Atlântico, pois temiam as horrorosas tempestades que varriam aquela região, fazendo estragos nas construções e nas plantações e em suas próprias vidas.

O Fazendeiro recebeu muitas recusas até que finalmente, um homem baixo e magro, de meia-idade, procurou o fazendeiro para o serviço.
 - Você é um bom lavrador?Perguntou o fazendeiro.
- Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram. Respondeu o pequeno homem.

Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou. O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do homem.

Até que em uma noite, o vento uivou ruidosamente. O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados. Sacudiu o pequeno homem e gritou:

- Levanta! Uma tempestade está chegando! Amarre as coisas antes que sejam arrastadas! O pequeno homem virou-se na cama e disse firmemente:
- Não senhor. Eu lhe falei, eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Enfurecido pela resposta, o fazendeiro estava tentado a despedi-lo imediatamente, mas em vez disso se apressou a sair e preparar o terreno para a tempestade. Do empregado, trataria depois.

Para seu assombro ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo. As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos nos viveiros, e todas as portas muito bem travadas. As janelas bem fechadas e seguras. Tudo foi amarrado. Nada poderia ser arrastado.

O fazendeiro então entendeu o que seu empregado quis dizer, então retornou para sua cama para também dormir enquanto o vento soprava..."


O que podemos tirar dessa metáfora é:
Estar preparado espiritualmente, mentalmente e fisicamente para qualquer tipo de evento é trabalhar com a informação. Não há nada a temer quando se sabe o que fazer e para onde ir quando as coisas ficarem fora do normal...

Poder dormir quando os ventos forem fortes é ter ciência que temos uma missão e podemos fazê-la da melhor maneira possível quando se tem informação necessária para isso.

Aprenda a livrar-se de seus medos. Durma bem!

Laura Botelho.

5 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...