20 de março de 2013

"Rezem", diz diretor da Nasa sobre aproximação de asteroides


O meteorito que atingiu a Rússia em 15 de fevereiro de 2013 provocou pânico e deixou quase mil feridos. A enorme pedra, contudo, não é a primeira a provocar destruição no nosso planeta - e nem de longe é a maior. Veja a seguir 10 asteroides e meteoritos que abalaram o planeta

O diretor da Nasa (agência espacial americana), Charles Bolden, tem um conselho sobre o que fazer se um grande asteroide estiver a caminho da Terra: rezar. Isso é praticamente tudo o que se poderia fazer neste momento se asteroides ou meteoros desconhecidos estivessem em rota de colisão com o planeta, afirmou ele a legisladores na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. A projeção fatalista ocorre enquanto a Nasa pede que o governo americano financie programas para detecção e desvio de objetos celestiais próximos da Terra.
Ameaças vindas do espaço costumam ser objetos da ficção científica - em filmes como Armageddon e Impacto Profundo -, porém membros do Congresso americano abordaram o assunto depois que um meteorito caiu sobre a Rússia em 15 de fevereiro e um asteroide passou muito próximo do planeta no mesmo dia. Preocupados com esses fenômenos, os políticos convidaram o diretor da Nasa para falar sobre o programa espacial e como se pode prevenir que a Terra seja atingida por corpos celestes.
Os legisladores não gostaram do que ouviram. O representante republicano Lamar Smith afirmou aos participantes, mais de uma vez, que o relatório "não era tranquilizador". Deputados governistas e da oposição, porém, se mostraram receptivos à ideia de colocar mais recursos no esforço de conter ameaças cósmicas, conforme solicitado por Charles Bolden.
O consultor científico da Casa Branca, John Holdren, observou que o financiamento anual dedicado ao catálogo de asteroides potencialmente perigosos subiu de US$ 5 milhões para mais de US$ 20 milhões nos últimos dois anos. Mesmo assim, o administrador da Nasa estimou que o trabalho de identificação de 90% dos objetos celestiais próximos da Terra entre 140 metros e 1 quilômetro de largura, como demandado pelo Congresso, deve demorar até 2030.
http://noticias.terra.com.br

Rezar? E os ateus Sr. Bolden? rs

Olá amigos:
As informações e advertências continuam chegando aos poucos, mas estão chegando.
Esse caso do meteoro na Rússia serviu de alerta, foi tudo muito estranho, um objeto caindo do céu e acabou que foi explodido de forma estranha, não se sabe ao certo se foram mísseis russos ou como mostram alguns videos, supostos OVNIs teriam destruído o objeto.

Vale lembrar também que o Sr. Bolden da NASA em 2011 já deu o recado para estarmos preparados para catástrofes, inclusive as externas, que vierem "fora da terra"., vejamos de novo o vídeo:



Pois bem, nada de relaxar na vigília, tem muita coisa ainda acontecendo, e de novo já veio o recado dos cientistas para estar alerta com os problemas causados pelo sol ainda este ano. Sim podemos ter satélites caindo, blackout de energia, problemas com telecomunicações, mais erupções de vultcões, mais terremotos etc..

Os japoneses já mandaram o recado também, brasileiros do estado de Minas Gerais  devem estar preparados, a região é a mais "sensível ou propícia" para grandes tremores no Brasil.

Vamos em frente, vivendo sim, mas como diz meu bom e saudoso pai, precisa ter um olho no gato e outro no peixe.. rs

Estamos de olho

Abração a todos.
Célio

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...