1 de setembro de 2011

Do barro a vida. "Argila" pode estar na origem das células

 Argila pode estar na origem das células
Um experimento de cientistas norte-americanos comprovou que o mineral (argila) induz a formação rápida de membranas e de vesículas .A mera adição deste mineral multiplicou em cem vezes a tendência de ácidos graxos (moléculas que compõem os lipídios ou gorduras ) a formar uma membrana de camada dupla, semelhante as das células bacterianas de animais e vegetais.

As células crescem incorporando as partículas dos ácidos graxos espalhadas nas proximidades e até se dividem com um certo grau de estimulo dos pesquisadores .

O Experimento dos cientistas demonstra que o mineral é capaz de induzir a formação de cadeis de RNA , a molécula-irmâ do DNA, que também contém instruções genéticas, e  ao contrário do DNA induz reações químicas sozinha .

"Se pudéssemos fazer com que o RNA iniciasse algum tipo de síntese dentro dessas vesículas, seria um grande passo. Mas esse é um grande projeto, ao qual ainda temos de dar prosseguimento", afirma Szostak, um dos pricipais cientistas do projeto .






 A pesquisa foi publicada pela revista norte-americana "Science" (www.sciencemag.org), no dia 26/02/11, trazendo uma luz sobre os famosos versículos da Gênesis 2:7:
E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra...”
em outra versão,
“O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra...”.




Os Anunnakis: do barro a vida 

As tabuletas sumérias, encontradas no Iraque, detalham como os deuses Anunnakis alteraram geneticamente os genes dos hominídeos que estavam na terra da evolução (Ki ou Planeta Terra), adicionando alguns de seus genes aquele ser, criando assim o trabalhador primitivo para a extração do ouro de nosso planeta. 

Enki, com a ajuda de Ninhursag, criou a raça humana em um processo de engenharia genética: adicionando e combinando genes dos Anunnakis e dos hominídeos. Depois de muitos erros e ensaios, o modelo perfeito foi alcançado,  mas como ?

Segundo um trecho do Livro Perdido de Enki, de Zecharia Sitchin, os Anunnakis estavam utilizando recipientes de cristal de Nibiru (Lar dos Anunnakis), e a experiência não estava dando certo. Enki, então ,sugeriu que a inseminação do óvulo fosse feita em recipientes de argila de Ki (Planeta Terra), porque talvez isso estivesse faltando para a sobrevivência do óvulo:


( ...disse-lhe Enki.
Possivelmente o impedimento não esteja nem no óvulo da fêmea nem nas essências!
Pelo que a Terra mesma está forjada, possivelmente seja isso o que falta!
Não use um recipiente de cristais de Nibiru, faz o da argila da Terra!
Assim disse Enki, em posse de grande sabedoria, a Ninmah.
Possivelmente se requeira o que é a própria mescla da Terra, de ouro e cobre!....)  



E assim o foi feito o trabalhador primitivo com sucesso, depois de algumas tentativas.

Selo cilíndrico, Ninhursag com o modelo perfeito

 Joice Alves Duarte
30 anos, mãe e Técnica em Radiologia
Apaixonada pelos mistérios do Antigo Egito e Suméria 

Nota A Verdade Liberta.
Ainda hoje estava eu conversando com minha amiga Sutil(Godrow) dos EUA  e comentei com ela o seguinte: "Deus Eterno Criador da vida, do espirito é um, e o deus (elohin) que mudou o homo erectus para homo sapiens é outro, mas isto ainda continua sendo um mistério para muitos,"


Leiam a obra de Zecharia Sitchim ok? 
Não é só a biblia que conta a história da humanidade com os deuses antigos.
Um abraço
Célio Siqueira

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...