7 de fevereiro de 2012

Panelas de alumíno são prejudiciais a nossa saúde, diz o Dr. Sérgio Teixeira

ALUMÍNIO: ÚTIL E MORTAL – Dr. Sérgio Teixeira

Space invaders! Human kind endangered! 
Se seu cabelo está caindo, desconfie do alumínio…


Este metal, quando está excessivo no organismo, provoca grande oleosidade no couro cabeludo, que vai sufocar a raiz dos cabelos. Usar xampus contra a oleosidade ajuda, mas se você não eliminar a causa, vai perder muito cabelo. 

Muitas vezes, a queda de cabelos vem acompanhada de dormências ou formigamentos quando se fica na mesma posição (com as pernas cruzadas, por exemplo).Além dos seus cabelos, todo o seu organismo está sendo prejudicado: o alumínio deposita-se no cérebro, causando o mal de Alzheimer (esclerose mental precoce) e expulsa o cálcio dos ossos, produzindo a osteoporose. 

Esse cálcio vai se depositar em outros lugares, produzindo bursite, tártaro nos dentes, bico de papagaio, cálculos renais… E também vai para dentro das suas artérias, estimulando a pressão alta e possibilidade de isquemias cardíacas (infarto), cerebrais (trombose) e genitais (frigidez e impotência). Para o Dr. Mauro Tarandach, da Sociedade Brasileira de Pediatria, está bem claro o papel do alumínio nas doenças da infância, graças ao avanço da biologia molecular no que tange ao papel dos oligoelementos na fisiologia e na patologia. 

Os sintomas clínicos da intoxicação por alumínio nas crianças, além da hiperatividade e da indisciplina, são muitos: anemia microcítica hipocrômica refratária ao tratamento com ferro, alterações ósseas e renais, anorexia e até psicoses, o que se agrava com a continuidade da intoxicação. Atualmente se utiliza a biorressonância para avaliar o nível do alumínio e outros metais. O método é muito menos dispendioso, podendo ser utilizado no consultório ou na casa do paciente. 


E como é que o alumínio entra no organismo?
 Através das panelas de alumínio, por exemplo, que vêm sendo proibidas em muitos países do mundo

Na Itália, famosa por seus restaurantes, nenhum deles pode usar essas panelas, devido à proibição do governo italiano. É que as panelas de alumínio contaminam a comida intensamente.
Para você ter uma idéia: pesquisa da Universidade do Paraná demonstrou que as panelas vendidas no Brasil deixam resíduos de alumínio nos alimentos que vão de 700 a 1.400 vezes acima do permitido. Isso só ao preparar a comida. 
Se esta ficar guardada na panela por algumas horas, ou de um dia para o outro, este valor pode triplicar ou quintuplicar.Viu por que vale a pena trocar de panelas? Mas não é só. Sabe as latinhas de refrigerantes e cervejas, hoje tão difundidas no Brasil?

Pesquisa do Departamento de Química da PUC demonstrou que elas não são fabricadas de acordo com os padrões internacionais. Em conseqüência, seu refrigerante predileto pode conter quase 600 vezes mais de alumínio do que se estivesse na garrafa. E além do alumínio foram demonstrados pelo mesmo estudo mais 12 outros metais altamente perigosos para a saúde nessas latinhas, como o manganês, que causa o mal de Parkinson, o cádmio, que causa psicoses, o chumbo, encontrado no organismo de muitos assassinos, e outros.

Que tal? Prefira as garrafas, tá?
Descoberto em 1809, o alumínio é um metal muito leve (só é mais pesado do que o magnésio) e já é muito caro. Naquela época, Napoleão III, imperador da França,pagou 150 mil libras esterlinas (mais ou menos 300 mil reais) por um jogo de talheres de alumínio. 
Esse metal tem espantosa versatilidade, sendo utilizado em muitas ligas metálicas.

Depois do aço, é o metal mais usado no mundo, seja em panelas, embalagens aluminizadas, latas de refrigerantes e cervejas, antiácidos edesodorantes antitranspirantes, assim como vasilhames para cães e gatos comerem e beberem. Nestes animais, com o tempo, pode causar paralisia dos membros posteriores que leva ao sacrifício precoce dos animais, na maioria das vezes, os veterinários, por falta de exames dizem que o animal está muito velho.

Se seu cabelo está caindo, desconfie do alumínio.

Este metal, quando está excessivo no organismo, provoca grande oleosidade no couro cabeludo, que vai sufocar a raiz dos cabelos. Usar xampus contra a oleosidade ajuda, mas se você não eliminar a causa, vai perder muito cabelo. Muitas vezes, a queda de cabelos vem acompanhada de dormências ou formigamentos quando se fica na mesma posição (com as pernas cruzadas, por exemplo). Além dos seus cabelos, todo o seu organismo está sendo prejudicado: o alumínio deposita-se no cérebro, causando o mal de Alzheimer (esclerose mental precoce) e expulsa o cálcio dos ossos, produzindo a osteoporose.

Esse cálcio vai se depositar em outros lugares, produzindo bursite, tártaro nos dentes, bico de papagaio, cálculos renais… E também vai para dentro das suas artérias, estimulando a pressão alta e a possibilidade de isquemias cardíacas (infarto), cerebral (trombose) e genitais (frigidez e impotência). Para o Dr. Mauro Tarandach, da Sociedade Brasileira de Pediatria, está bem claro o papel do alumínio nas doenças da infância, graças ao avanço da biologia molecular no que tange ao papel dos oligoelementos na fisiologia e na patologia. Os sintomas clínicos da intoxicação por alumínio nas crianças, além da hiperatividade e da indisciplina, são muitos: anemia microcítica hipocrômica refratária ao tratamento com ferro, alterações ósseas e renais, anorexia e até psicoses, o que se agrava com a continuidade da intoxicação. 

Atualmente se utiliza a biorressonância para avaliar o nível do alumínio e outros metais. O método é muito menos dispendioso, podendo ser utilizado no consultório ou na casa do paciente. E como é que o alumínio entra no organismo? Através das panelas de alumínio, por exemplo, que vêm sendo proibidas em muitos países do mundo. Em suma, o alumínio é muito útil. porém mortal.

Repassem, por favor… vamos divulgar!

FONTE: http://morganalefay.multiply.com/journal/item/130/130

Nota: Existem muito mais coisas que fazem mal a saúde, ex: Adoçante artificial (ciclamato de sódio) cancerígeno, afeta a região da visão com o tempo, estudo feito em 1969 já mostrava casos de atrofia testicular em ratos.

Flúor ou Fluoreto de Sódio:
Perigos do Fluoreto de Sódio na saúde humana

"De um modo geral, a maior parte do fluoreto de sodio que entra no nosso corpo não é facilmente eliminado. Tende a acumular-se nos nossos ossos e nos dentes. Foi recentemente descoberto que que se acumula ainda mais na glândula pineal, localizada no centro do nosso cérebro.

Esta consequência da fluorose dentária, que prejudica gravemente os dentes, com origem na fluoretação diária tem sido documentada. Ainda assim, a American Dental Association (AMA) continua a fazer orelhas moucas, promovendo o flúor. Há uma recusa em admitir que em vez de prevenir a queda dos dentes, o flúor prejudica ainda mais os dentes.

A grande quantidade de fluoreto de sódio na água e nos alimentos cria também outros problemas de saúde mais graves que não são amplamente dados a conhecer ao público, sendo até escondidos. No entanto, para além de fluorose, laboratórios independentes e pesquisadores com elevada reputação ligaram as seguintes questões de saúde com a ingestão diária do fluoreto de sódio, durante um longo período:


Cancro
Danos genéticos, no ADN
Perturbação no funcionamento da Tiróide - afecta todo o sistema endócrino e conduz à obesidade
Problemas Neurológicos - diminuição do QI e incapacidade de concentração, letargia e cansaço
Doença de Alzheimer
Supressão da Melatonina, reduz a imunidade ao cancro, acelera o envelhecimento, causa problemas de sono.".
O artigo pode ser lido na íntegra aqui.


Bem agora alguns de vocês já devem estar assimilando porque jogam tanto flúor na água que bebemos com a desculpa de proteção para os dentes, se já o colocam nos cremes dentais, pra que mais flúor né?? 

Pra gente ficar imbecil, com raciocínio lento, incapazes de assimilar as coisas, vulneráveis, destruir a glândula pineal etc..


Nem preciso mencionar, cigarro, álcool, e outras coisas que já estão mais que comprovadas que fazem mal.


Pesquisem..pesquisem..as coisas já estão sumindo da net, videos, textos, imagens tudo sendo retirado, use a net para crescer em conhecimento.


Olhem isso:
Google apaga 'indicação' da cidade perdida de Atlântida de mapa

Extensão do Google Earth mostrava riscos no oceano que seria de cidade.
Empresa diz pode ter ocorrido erro de dados de sonar no local.
Abração

Saúde a todos
Célio

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...