10 de agosto de 2012

Uma massa de rochas vulcânicas flutuando frente à costa da Nova Zelândia

Tradução: Caminho Alternativo
 

Uma massa de pequenas rochas vulcânicas quase do tamanho da Bélgica foi descoberta flutuando na costa da Nova Zelândia.

O rastro de rochas do tamanho de bolas de golf de pedra pome foi visto pela primeira vez esta semana por um avião da Força Aérea da Nova Zelândia uns 1.000 quilômetros (620 milhas) ao noroeste de Auckland.

As rochas se estendem por cerca de 26.000 quilômetros quadrados (10.000 milhas quadradas).

Um navio da Marinha levou os cientistas até as rochas na noite da quinta-feira.

O Tenente Tim Oscar diz que as rochas apareceram brancas e brilhantes como sob um projetor, como uma plataforma de gelo gigante.

Ele diz que é “ a coisa mais estranha” que viu em 18 anos no mar.

Os cientistas dizem que provavelmente as rochas foram lançadas na erupção de um vulcão submarino.

Eles não acreditam que a erupção está conectada a erupção de cinzas em terra esta semana de outro vulcão, Monte Tongariro.

As autoridades dizem que as pequenas pedras não representam nenhum perigo para a navegação.

A Força de Defesa diz que a massa de rochas se estende por 250 milhas náuticas em 30 milhas náuticas.


AINDA:

Nível de alerta elevado para vulcão anteriormente extinto na Colômbia - seria o primeiro na história

http://theextinctionprotocol.wordpress.com


De olho nas atividades solares, elas influenciam a atividade vulcânica por aqui.

Dica da minha amiga Ravena do Blog Evoluindo Sempre.

Nassim Haramein diz que o Sol é um portal e que está interligado com os vulcões nos planetas...Esse vídeo é fantástico e pode nos dar a dimensão de como a coisa toda funciona.


Descrição do vídeo:
Bem, isto aqui é um portal que começa a ser aberto no 0:16s... depois que uma consciência híbrida começa a plasmar a energia para a sua abertura. Após o início da abertura... uma luz intensa toma conta num espaço atemporal (sem a curvatura espaço/tempo) e vários ovni's saem de dentro do plasma iluminado, tomando o espaço aéreo dos arredores. Assim que a todas as naves saem do plasma iluminado ele se fecha.

Observação importante: Nós estamos no tempo do não tempo... entre a 3ªD dissociada e a 9ªD associada à Fonte da Criação. Estamos vivendo o meio, a interfase... na quarta dimensão média ainda dissociada. Comecem a prestar atenção especial aos sinais que a Terra dá. E POR FAVOR: SEM FANATISMO...

A verdade é que buracos de minhoca estão à nossa volta, só que eles são muito pequenos para ver. Wormholes são muito pequenas. Elas ocorrem em cantos e recantos no espaço e no tempo.
Pois é..estamos de olho.

Abração
Célio

0 comentários:

Postar um comentário

Membros deste blog e usuários das contas google, podem postar comentários.
Serão aprovados comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais(e-mail, telefone, RG etc.) ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.
Serão aceitos comentários somente de seguidores deste blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...